As 5 notícias de negócios para recordar esta manhã de segunda-feira (armamento, Portugal, Alemanha, preços do leite, agricultores)

Os Estados Unidos são o maior exportador de armas do mundo, a França em segundo (Sipri)

Segundo Sipri, os Estados Unidos são o maior exportador de armas no período 2019-2023, a França ocupa o segundo lugar. Segunda observação, 55% das importações de armas pelos países europeus vieram dos Estados Unidos durante o período 2019-23 (em comparação com 35% em 2014-2018).

►► LEIA O RESTO DO ARTIGO

Eleições legislativas: derrota da esquerda, ascensão dos populistas… Portugal desloca-se para a direita

A oposição de centro-direita obteve uma vitória muito estreita nas eleições legislativas de domingo em Portugal, à frente dos socialistas, que estão no poder há oito anos. Mas o partido populista Chega (Chega) mais do que duplicou a sua pontuação ao obter 18% dos votos, em comparação com 7,2% durante as eleições legislativas anteriores, em Janeiro de 2022.

►► LEIA O RESTO DO ARTIGO

Alemanha: num cenário de inflação, novos apelos à greve na Lufthansa e na Deutsche Bahn

Espera-se que a tripulação de cabine da Lufthansa e os maquinistas da Deutsche Bahn interrompam o trabalho no início da semana na Alemanha. Os sindicatos das duas transportadoras exigem aumentos após um longo período de alta dos preços.

►► LEIA O RESTO DO ARTIGO

Preços do leite: o sistema “ganha-ganha” da Bel com os criadores

Em plena crise agrícola, enquanto a Lactalis e os seus fornecedores lutam pelos preços do leite, o grupo Bel, conhecido pelas suas marcas La Vache qui rit, Kiri, Babybel e Boursin, estabelece anualmente um preço anual com os seus criadores. Respeita o seu preço de custo e garante-lhes visibilidade.

►► LEIA O RESTO DO ARTIGO

Agricultura: depois do Brexit e do fim da PAC, os agricultores britânicos preocupados com a sua sobrevivência

Não são apenas a Alemanha, os Países Baixos e a França: a ira dos agricultores também está a fermentar através do Canal da Mancha. Se as autoridades britânicas dizem que querem aproveitar o Brexit para redireccionar a ajuda agrícola para as pequenas explorações agrícolas e para a transição ecológica, mantendo ao mesmo tempo a ajuda ao mesmo nível, muitos agricultores ficam confusos.

►► LEIA O RESTO DO ARTIGO

________

ARTIGO BÔNUS:

Encontre a última edição do Domingo da Tribuna Clicando aqui.

Marco Soares

"Leitor. Defensor da comida. Fanático por álcool. Fã incondicional de café. Empresário premiado."

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *