1.776 médicos especialistas e 88 graduados abrangentes da comunidade

Esta quinta-feira, o Presidente da República, Nicolás Maduro, assistiu à formatura de 1.864 diplomados da Universidade de Ciências da Saúde (UCS) “Hugo Chávez Frías”, pertencentes à classe “Solidariedade com os Povos do Mundo”.

No Teatro da Academia Militar do Exército Bolivariano, localizado em Fort Tiuna, e no marco do Dia Nacional do Médico, estão se formando 1.776 novos médicos especialistas que fortalecerão o Sistema Único de Saúde Pública Nacional, e 88 novos Médicos Comunitários Integrais de da Escola Latino-Americana de Medicina (ELAM) “Dr. Salvador Allende”.

Profissionais graduados em 19 Programas Nacionais de Formação Avançada, em áreas clínicas e não clínicas, a saber: anestesiologia, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia, neonatologia, oftalmologia, medicina interna, medicina geral integral, enfermagem em terapia intensiva, enfermagem em terapia intensiva neonatal, entre outras especialidades.

Estão presentes graduados de 13 estados do país, entre eles: Apure, Aragua, Barinas, Carabobo, Cojedes, Capital District, Guárico, La Guaira, Lara, Miranda, Portuguesa, Yaracuy e Zulia.

Com esta promoção, formaram-se 35 mil 767 novos profissionais de saúde. Atualmente, a UCS tem uma matrícula de 28 mil 971 alunos nos diferentes Programas Nacionais de Formação e 4 mil 768 nos Programas Nacionais de Formação Avançada nas diferentes especialidades.

Por seu lado, a inscrição da ELAM “Dr. Salvador Allende possui 196 alunos, totalizando 33.935 alunos ativos em formação em saúde em 24 núcleos do país.

O Presidente Nacional é acompanhado pela primeira combatente e deputada à Assembleia Nacional (AN), Cilia Flores de Maduro; Magaly Gutiérrez, Ministra do Poder Popular para a Saúde;
Tibisay Lucena, Ministro do Poder Popular para a Educação Universitária; Carlos Alvarado, reitor da Universidade de Ciências da Saúde “Hugo Chávez Frías”, entre outras autoridades do Gabinete Executivo.

A UCS baseia seus princípios éticos e políticos no direito à saúde e à vida, educação e direito ao conhecimento, estabelecidos na Constituição da República Bolivariana da Venezuela.

O Governo Bolivariano reafirma seu esforço para fortalecer o setor educacional e universitário, como princípio social da gestão pública nacional.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.