um importante grupo mediático português vítima de um atentado

Os sites do principal semanário português e de um canal de televisão que também pertence ao maior grupo de comunicação social do país foram paralisados ​​por um ataque informático na segunda-feira.

O ataque ocorrido no domingo aos sites do semanário Expresso e da televisão SIC representa “um atentado à liberdade de imprensa nunca visto em Portugal“O grupo Impresa disse em um comunicado de imprensa que planejava apresentar uma queixa depois de entrar em contato com a polícia judiciária e o Centro Nacional de Cibersegurança.

Questionado pela AFP, um representante do grupo se recusou a fornecer detalhes sobre a natureza da invasão do computador, mas de acordo com informações relatadas por outros meios de comunicação do grupo, pode ser um ataque de ransomware perpetrado por um homem chamadoGrupo Lapsus

Segundo o analista Marc Rivero, citado em nota da empresa de cibersegurança Kaspersky, esse grupo é recente e usado”técnicas de hackpara atacar suas vítimas, mas apesar dos relatos de um ataque de ransomware, isso não foi confirmado.

O grupo promove suas atividades por meio de grupos do Telegram, onde criminosos compartilham grande parte dos dados roubadosele adicionou.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.