Robert-Michon, Pontvianne, Hodebar e Habz na final

Aurélie SACCELLI, Media365, publicado segunda-feira, 15 de agosto de 2022 às 22h31.

Na primeira noite do Campeonato Europeu de Atletismo em Munique, quatro franceses se classificaram para suas respectivas finais, incluindo Mélina Robert-Michon no lançamento de disco.

Vinte anos depois de seu primeiro Campeonato Europeu, onde terminou em 12º na competição de arremesso de peso, Mélina Robert-Michon estava de volta a Munique e a arremessadora de 43 anos se classificou para a final, nesta competição onde conquistou apenas uma medalha. em sua imensa carreira de prata em 2014 em Zurique. Apenas quinta no seu grupo de qualificação, com um arremesso de 58,85m, ela terminou em nono nestas eliminatórias que ainda teme, e por isso estará presente ao meio-dia na final, onde a bicampeã olímpica Sandra Perkovic (65, 94m na qualificação ) parece ser o grande favorito. A primeira volta dos 400m (da qual os melhores foram dispensados) também foi disputada na segunda-feira e Amandine Brossier ficou em segundo, com 51″26, atrás da polaca Iga Baumgart-Witan (51″09). Assim, chegará às semifinais, ao contrário de Sokhna Lacoste, 14ª em 52″62. Numa final sem nenhuma francesa, a holandesa Jessica Schilder sagrou-se campeã europeia do arremesso de peso graças a um lançamento a 20,24m, para o português Auriol Dongmo (19,82m, recorde nacional) e outro holandês, Jorinde van Klinken (18,94m). 30’41″05) e Salitre israelense Lonah (30’46″37). As duas francesas Mekdes Woldu e Alessia Zarbo ficaram em 12º e 13º lugares, respectivamente em 32’36’28 e 32’39″54.

Dois Blues na final do salto triplo

Na prova masculina, dois franceses estiveram presentes na primeira etapa dos 400m (dos quais os melhores ficaram isentos), e ambos passaram esta etapa. Thomas Jordier e Gilles Biron terminaram em terceiro e décimo, em 45″39 (melhor marca pessoal) e 45″82 respectivamente, sendo o melhor tempo o italiano Davide Re (45″26). Qualificado para a final: Jean-Marc Pontvianne (3º com um salto de 16,96m) e Enzo Hodebar (6º com um salto de 16,70m), mas não o campeão europeu de 2014 Benjamin Compaoré (20º com um salto de 15,17m), o campeão olímpico português Pedro Pichardo venceu o melhor desempenho destas eliminatórias: 17,36 m. Nos 1500 m, Azzedine Habz se classificou para a final ao correr em 3’38″47, enquanto Baptiste Mischler não avançou, terminando em 14º em 3’39″58. O melhor tempo foi para o polonês Michal Rozmys em 3’37″36. A meio do decatlo, o suíço Simon Ehammer lidera a classificação, com 4661 pontos, à frente do italiano Dario Dester (4327 pontos) e do norueguês Sander Skotheim (4324 pontos). O francês Baptiste Thierry conquistou três lugares durante a noite e está em 15º com 3993 pontos. Por fim, numa final sem francês e discípulo onde os americanos reinam supremos, o croata Filip Mihaljevic venceu o arremesso de peso com um lançamento de 21,88 m, à frente do sérvio Armin Sinancevic (21,39 m) e do checo Tomas Stanek (21,26 m). m). ).

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.