Rally – WRC – Portugal: Evans na liderança, Ogier também se aposenta

Aurélie SACCHELLI, Media365, publicado na sexta-feira, 20 de maio de 2022 às 21h57

Elfyn Evans assume a liderança do Rali de Portugal no final da 9ª especial, depois de um dia de sexta-feira em que os dois campeões mundiais franceses Sébastien Loeb e Sébastien Ogier se retiraram e os forasteiros Ott Tänak e Thierry Neuville perderam muito tempo.

Que dia cheio de reviravoltas do lado do Rali de Portugal! Os dois campeões do mundo “freelancers” franceses, de regresso ao WRC para este rali no norte do país, foram obrigados a retirar-se durante a tarde, deixando o campo aberto a Elfyn Evans, Kalle Rovanperä, Dani Sordo ou mesmo Takamoto Katsuta para jogar pela vitória até domingo. Enquanto Sébastien Loeb assumiu o controle deste rali após a 4ª especial, ele teve que se retirar da primeira especial da tarde depois de bater em um parapeito, enquanto seus dois compatriotas, Sébastien Ogier e Pierre-Louis Loubet, terminaram em primeiro neste SS5. O acidente de Loeb permitiu a Elfyn Evans assumir a liderança da classificação, dois segundos à frente de Thierry Neuville e cinco sobre Sébastien Ogier.

Ogier não tem mais roda sobressalente e se aposenta

Mas na etapa seguinte, muito áspera e com muitos furos, o céu voltou a cair na cabeça de um campeão mundial francês, já que Sébastien Ogier teve que trocar de roda (assim como Ott Tänak), e perdeu mais de dois minutos Evans, que definiu o tempo do zero, para aumentar um pouco sua vantagem sobre Neuville (quase seis segundos). Uma troca de roda que teve grandes consequências, pois na SS7, Ogier furou novamente, mas não tinha mais uma roda sobressalente para ajudá-lo, então teve que se aposentar também. Rovanperä venceu SS7 e SS8 à frente de Evans, mas o galês manteve a liderança, enquanto Neuville perdeu 1m28s devido a problemas nas rodas e na transmissão. Evans ainda acertou em cheio ao vencer a última especial do dia, terminando 13 segundos à frente do finlandês. “Estou muito feliz por estar aqui – havia condições extremas e todo mundo estava tentando fazer o seu caminho. Às vezes era uma loteria. Você sempre pode dizer que poderia ter ido mais rápido, mas ainda estaria lá? não sei… Ainda é difícil dizer”, disse Evans no final do dia. Do lado francês, Pierre-Louis Loubet, apesar de um grande erro na SS8 que o fez perder 37 segundos, terminou o dia em sexto lugar, quinze segundos atrás de seu companheiro de equipe Gus Greensmith. Sete especiais estarão no programa no sábado.

WRC / PORTUGAL
Classificação após 9 especiais (de 21) – sexta-feira, 20 de maio de 2022
1- Elfyn Evans-Martin Scott (GBR-GBR/Toyota) em 1h25’43″3
2- Kalle Rovanperä-Jonne Halttunen (FIN-FIN / Toyota) às 13.6
3- Dani Sordo – Candido Carrera (ESP-ESP/Hyundai) em 44″4
4- Takamoto Katsuta-Aaron Johnston (JAP-IRL/Toyota) a 49″6
5- Gus Greensmith-Jonas Anderson (GBR-SUE/Ford) a 1’00″7
6- Pierre-Louis Loubet-Vincent Landais (FRA-FRA/Ford) a 1’15″6

Vencedores da etapa
Neuville: 1 (ES1)
Loeb: 1 (SS4)
Evans: 4 (SS2, SS3, SS6, SS9)
Mais: 1 (SS5)
Rovanpera: 2 (SS7, SS8)

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.