qual o melhor paraíso fiscal para aposentados?

NOSSOS CONSELHOS – Qualidade de vida, baixo custo de vida e imóveis baratos não são os únicos ativos da Grécia e de Portugal. Descubra qual desses dois campeões está se saindo melhor.

O imbatível Portugal caiu deste pedestal? Durante muito tempo, o país lusitano foi visto como um El Dorado para os aposentados estrangeiros. A qualidade de vida e segurança que ali reinava atraiu um grande número de idosos. Sem esquecer um forte argumento. Em 2009, um ano antes da crise económica que atingiu fortemente Portugal, o governo local implementou um sistema fiscal dourado para os reformados estrangeiros. Os seus rendimentos (pensões e dividendos) gerados fora de Portugal eram simplesmente isentos de impostos. E isso por 10 anos. Para beneficiar, tinha ainda de cumprir duas condições: não ter residido em Portugal nos últimos 5 anos e aí permanecer (como inquilino ou proprietário) pelo menos 183 dias (consecutivos ou não) por ano.

Durante dois anos, este regime preferencial foi abolido. As pensões de fontes estrangeiras para pensionistas do setor privado não são mais tributadas em 0%, mas em 10%. Uma taxa que permanece…

Este artigo é apenas para assinantes. Você tem 86% para descobrir.

Cultivar sua liberdade é cultivar sua curiosidade.

Continue a ler o seu artigo por 1€ no primeiro mês

Já inscrevi? Conecte-se

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *