Presidente veta descriminalização da eutanásia

O presidente português, o conservador Marcelo Rebelo de Sousa, vetou a lei que descriminaliza a eutanásia, mas que o Parlamento reformulou na sequência das reservas do Tribunal Constitucional, anunciou a presidência na noite desta segunda-feira, 29 de novembro.

Esta decisão surge no momento em que o Chefe de Estado já anunciou a sua decisão de dissolver o Parlamento e a convocação de eleições legislativas antecipadas para 30 de janeiro, marcando assim o fim de um processo legislativo que começou em fevereiro de 2020.

Se o Parlamento estivesse em pleno funcionamento, a maioria da esquerda que o controla poderia anular o veto presidencial votando o mesmo texto uma segunda vez. “O Presidente da República devolve sem promulgação o texto da lei da Assembleia da República sobre a morte medicamente assistida, incluindo a eutanásia e o suicídio medicamente assistido“, disse a presidência em um comunicado à imprensa.

O presidente pede mais clareza

O Chefe de Estado, católico devoto e professor de Direito, justificou sua decisão exigindo esclarecimentos sobre questões “apareceu apenas nesta segunda versão da lei“. Concretamente, o presidente quer que os deputados especifiquem se o uso da morte medicamente assistida pode ser autorizado em caso de “doença fatal», «incurável“ou apenas”Cova“, termos que aparecem todos no texto que lhe foi submetido.

Uma primeira versão da lei havia sido adotada por uma grande maioria de parlamentares em janeiro de 2021, mas o presidente Rebelo de Sousa havia acionado o Tribunal Constitucional, que havia decidido que o texto se baseava em conceitos muito imprecisos sem, no entanto, se opor ao princípio. geral de uma morte assistida.

O texto reformulado foi votado no início de novembro, um dia após o anúncio da dissolução do Parlamento provocada pela rejeição do projeto de Orçamento do Estado para 2022 do governo minoritário socialista, no poder desde o final de 2015 graças ao apoio da esquerda . radical. Na Europa, a eutanásia foi legalizada nos países do Benelux e depois na Espanha.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.