Portugueses assustam-se, mas eliminam Turquia e vão à final do Mundial 2022

Na dor, Portugal fez metade do trabalho. Vencedora da Turquia na quinta-feira, 24 de março, no Estádio do Dragão, no Porto (3-1), a Seleção jogou muito assustada e viu a sombra ameaçadora de uma extensão incerta se aproximando quando Burak Yilmaz avançou para cobrar um pênalti a menos de dez minutos a partir do final da partida.

Enquanto Portugal liderava por dois golos, o avançado do Losc já tinha dado esperanças à Turquia (65º) e poderia relançar plenamente esta meia-final do “play-off”. Foi antes de falhar completamente a sua tentativa (85º) e oferecer a qualificação para Portugal.

O estádio do Dragão passou, portanto, por todas as emoções, e para esperar validar sua classificação para a Copa do Mundo no início da próxima semana na final do play-off, a Seleção terá que manter um alto nível de desempenho ao longo do encontro.

Porque vai ter sido muito bom, como no primeiro período. O técnico Fernando Santos surpreendeu o mundo ao colocar o inexperiente Otavio no lugar de João Félix. Uma escolha paga, porque o jogador do FC Porto, que jogou em casa esta noite, foi omnipresente neste encontro. Primeiro artilheiro ao aproveitar uma bola que perdia na área (15º), Otávio foi então passador decisivo para o gol de cabeça de Diogo Jota (42º).

Mas também muito pior, quando a Turquia insistiu por dez minutos para empatar após o primeiro gol português. Mas Diogo Costa manteve-se atento a um remate de Orkun Kökcü (27º), quando Cengiz Ünder (21º), Berkan Kutlu (23º) e Yilmaz (25º) careciam de precisão. Terá, portanto, esse susto no final da partida, esse gol de Yilmaz após um passe brilhante de Ünder, depois esse pênalti perdido pelo atacante do Losc que aproxima Portugal do Mundial.

O estádio do Dragão deu um grande suspiro de alívio no final do jogo quando Matheus Nunes marcou nos descontos (90 + 3º). Um terceiro golo que quase antecedeu um quarto, mas Cristiano Ronaldo, longe de estar no seu melhor, acertou no travessão (90 + 5º) no último segundo. Depois de grandes sustos contra os turcos com geometria variável, Portugal terá de ter cuidado com a Macedónia do Norte.

Contra todas as expectativas, a Itália, campeã europeia, foi eliminada pelos macedônios (0-1). É, pois, contra esta seleção que Portugal vai disputar o apuramento para o próximo Mundial, na próxima terça-feira. Fernando Santos e seus jogadores terão a chance de jogar em casa, mais uma vez no Estádio do Dragão. Já ultra-favoritos desta partida, buscará obter a décima segunda participação consecutiva em uma grande competição internacional. Portugal não perde o Mundial desde 1998.

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *