Política | Coronavírus – Variante Omicron: Marrocos fecha suas fronteiras e estende emergência de saúde

Por La Provence (com AFP)

Marrocos encerrou na quinta-feira o dispositivo para repatriar seus cidadãos retidos no exterior e estendeu o estado de emergência até 31 de janeiro de 2022, devido à rápida disseminação da nova variante Omicron.

Em 13 de dezembro, as autoridades marroquinas permitiram “fora do comum” Marroquinos detidos no estrangeiro para regressar ao seu país via Portugal, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

No entanto, decidiram suspender estas operações de regresso a partir desta quinta-feira devido ao ressurgimento da epidemia em Marrocos, fechando de facto as fronteiras do reino.

Apenas são permitidos voos especiais de repatriamento a partir de Marrocos, nomeadamente para França, mediante aprovação das autoridades marroquinas caso a caso.

Além disso, o conselho governante decidiu na quinta-feira estender por decreto a validade da emergência sanitária, que vigora desde 2020, para todo o território até 31 de janeiro de 2022.

O governo marroquino já proibiu todas as celebrações de Ano Novo e impôs um toque de recolher, pois o reino registrou os primeiros casos de contaminação da variante Omicron.

Festivais e grandes eventos culturais e artísticos também estão proibidos desde o início do mês.

Essas restrições atingem fortemente os setores de turismo, hotelaria e hospitalidade, um setor vital para a economia do reino.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.