Peru: Importações de laticínios crescem 23,6% em 2021

Por Portal EditorialPortuario.cl/Agência de Notícias Agrárias

@PortalPortuario


o Importações peruanas de produtos lácteos acumulou USD 304.769.100, o que representou um crescimento de 23,6% em relação a 2020 (USD 246.437.200). Em 2019 estas importações totalizaram USD 219.511.900 e em 2018 foram USD 253.222.900, de acordo com o Centro de Pesquisa em Economia e Negócios Globais da Associação de Exportadores (CIEN-ADEX).

Em detalhe, durante o ano de 2021, este tipo de importações foi constituída por leite com USD 214.603.900, apresentando um aumento de +37,8% face a 2020 (representando 70,4% do total); queijo com USD 48.099.500, apresentando um aumento de +32,8% (participou com 15,8% do total); e manteiga com US$ 41.986.700, registrando contração de -22,9% (concentrou 13,8% do total).

No categoria de leite, os principais produtos foram leite em pó sem açúcar com teor de gordura de 2,6% com US$ 112.764.600; leite em pó com açúcar com teor de gordura de 1,5% com USD 74.445.900; leite condensado com US$ 13.410.500; outros produtos com componentes naturais do leite com USD 4.877.100; leite evaporado sem açúcar ou adoçante com USD 4.398.500; leite e nata sem concentrado e com 1% e 6% de gordura por US$ 1.932.300; leite concentrado e creme sem açúcar em pó, teor de gordura 26% por US$ 1.359.700; entre outros.

Por sua vez, no categoria de queijo maiores compras são observadas nos demais queijos com umidade inferior a 50% (US$ 21.013.900); queijo ralado ou em pó (US$ 8.674.000); queijo fresco -não curado- (USD 8.508.000); Outros queijos, cont. umidade 56% ou 69% (US$ 5.140.900); queijo processado, exceto queijo ralado ou em pó (USD 3.416.400); entre outros. Nas compras de manteiga, destacaram-se as gorduras lácteas anidras (US$ 27.966.000); leitelho (USD 10.949.000); Manteiga -manteiga- (USD 2.743.600).

Os principais países fornecedores de produtos lácteos para o Peru em 2021 foram os Estados Unidos com embarques de US$ 103,5 milhões, apresentando um aumento de +13,7% em relação ao ano anterior (concentrou 34% do total); Austrália com USD 55,7 milhões, registando um aumento de +10,5% (participou com 18,3%); e Argentina USD 42,0 milhões, apresentando um crescimento de +7,1% (representando 13,8% do total).

Em 2021, um total de 81 empresas peruanas fez compras do exterior para 35 países. China e Finlândia deixaram de fornecer o Peru e Equador e Portugal entraram em seu lugar.


Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.