Pepe ganha dois jogos por chutar um rival, mas pode ser punido por dois anos!

simpor exemplo, informa ‘A Bola’, Pepe, defesa-central do Porto, pode ser punido de dois meses a dois anos por “conduta violenta” depois de ter sido expulso do clássico português entre os Dragões e o Sporting CP, disputado na passada sexta-feira.

Pepe, que completará 39 anos em 26 de fevereiro, poderá ver sua carreira terminar com uma sanção caso a justiça esportiva decidisse puni-lo por sua acção anti-desportiva com Hugo Viana, director do Sporting de Portugal e antigo jogador do Osasuna e do Valência.

Segundo o médium português, Pepe “chutar um gerente da equipe adversáriacometer um ato de conduta violenta, ação cuja sanção pode variar de dois meses a dois anos, de acordo com o regime penal previsto no Regulamento Disciplinar da Liga de Clubes, que estabelece como infração ‘muito grave’ as agressões contra dirigentes ou membros da equipe das equipes rivais”. Por enquanto, Enquanto seu caso está sendo estudado, Pepe deve servir dois jogos.

Isso sim, por enquanto, nesta terça-feira eleA questão levou à abertura de processos disciplinares e sanções com suspensão de jogos vários futebolistas pelo Conselho Disciplinar da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

De acordo com essas resoluções, no Sporting, o português João Palhinha foi punido com três jogos de suspensão e multa de 1.530 euros por “agredir um adversário com um tapa”, enquanto o uruguaio Sebastin Coates será suspenso uma reunião e terá que pagar 1530 euros para receber um cartão vermelho. O goleiro argentino Agustin Marchesn, do Porto, ficará suspenso por dois jogos, com multa de 1.020 euros, por “chutar um adversário, praticar um ato de conduta violenta”. Carlos Fernandes, deputado do Rben Amorim, vai ficar de fora para um jogo por “entrar em campo”.

Por o citado Pepeenquanto isso, que “ele chutou um técnico do time adversário”, e brasileiro Bruno Tabatado Sporting, que “empurrou um dirigente da equipa adversária”, o Conselho decidiram abrir um processo disciplinar, pelo que ainda não conhecem a sua sanção final. Por enquanto, eles foram punidos preventivamente com uma proibição de dois jogos.

Também foi aberto um processo disciplinar O brasileiro Matheus Reis, do Sporting, por um “gesto incorreto” durante a partida. Além disso, Carlos Fernandes, adjunto do treinador dos “leões”, Rben Amorim, foi sancionado com um jogo e multa de 2.040 euros por “entrar em campo para interferir no jogo”.

O Porto terá de pagar uma multa de 11.475 euros pela entrada e utilização de material pirotécnico e outros 5.100 por utilização irregular do sistema de som do estádio, enquanto o Sporting terá de pagar 5.740 euros, também por pirotecnia. Os processos disciplinares também foram abertos aos delegados de ambas as equipes.

Essa foi a agressão de Pepe contra Casquero

O diretor em questão seria Hugo Vianadirector desportivo dos ‘Leões’ e o seu antigo companheiro de equipa na selecção portuguesa.

Pepe confessa: “Casquero foi muito difícil para mim”

Na mesma situação Tabatajogador de Sporting CP e que, segundo A Bola, “empurrou Lus Gonalvesum gerente do Porto, também praticando um ato de conduta violenta”.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *