o improvável salto deste português de 110 metros com barreiras para apurar-se para as meias-finais!

Este gesto não é visto com frequência numa pista de atletismo e mesmo assim João Vitor Oliveira o fez. Na próxima terça-feira, 16 de agosto, a série de 110 metros com barreiras aconteceu no meio da manhã, no Campeonato Europeu, em Munique. Estava em jogo um lugar nas meias-finais e o português atirou-se de bruços na linha para garantir a passagem à fase seguinte.

Para as disciplinas de sprint, os atletas estão acostumados a um “quebrado”, ação que consiste em lançar os ombros para frente para cruzar a linha de chegada, contando primeiro a parte superior do busto. O hudler lusitano decidiu jogar todo o seu corpo para se dar todas as chances de passar na frente de seus concorrentes e valeu a pena quando ele derrotou o concorrente belga Michel Obasuyi no poste. João Vitor Oliveira terminou em quarto na sua bateria e validou a sua qualificação para as meias-finais a um milésimo de segundo.

O português não está na sua primeira tentativa! Ele já havia feito esse gesto incrível no início de julho, durante o Campeonato de Portugal. Aquele que corria com a camisa do seu clube na época, o Benfica Lisboa, havia mergulhado para cruzar a linha de chegada em primeiro. E voltou a funcionar!

Ele estava três centésimos à frente de Abdel Larrinaga, concorrente do clube rival Sporting Lisboa, e assim sagrou-se campeão português. Observe que ele também usou seu gesto de assinatura durante as Olimpíadas do Rio 2016. Superman nem sempre usa capa!

Thibaut Falconnat

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.