O grande Enrique Bunbury se retira devido a ‘problemas de saúde’

Enrique Bunbury anunciou que, após os concertos agendados até setembro de 2022, irá retirar-se dos palcos “por problemas de saúde”.

O cantor espanhol Enrique Bunbury anunciou numa mensagem partilhada através das suas redes sociais que, após os concertos agendados até setembro de 2022, vai retirar-se dos palcos “por problemas de saúde”.

“O que normalmente era um prazer e um deleite tornou-se uma fonte de imensa dor e sofrimento”, explicou o cantor nascido em Zaragoza de acordo com a agência de notícias DPA.

Bunbury explicou que durante anos arrasta um “desconforto” que “custou-lhe muito localizar e compreender” que começou com a turnê “Mutaciones” entre 2015 e 2016, e que piorou na turnê “Expectativas” entre 2017 e 2019.

Embora após o freio imposto pela pandemia nas turnês internacionais entre 2020 e 2021, o cantor acreditasse que sua “maldade” havia se “diluído” e confiava em seu desejo de “reconectar-se” com o público, sua atual turnê no México corroborou “exatamente o oposto”.

“Desde que saio de casa e minhas viagens começam, um compêndio de sintomas e dores me acompanha desde a manhã até o momento em que entro no programa. Ouvi nomes e diagnósticos diferentes, mas a realidade é que minha garganta fecha e irrita, minhas dificuldades respiratórias nas vias aéreas dificultam o exercício leve e a execução do meu trabalho”, explicou.

Enrique Bunbury – Parecemos tolos

VER VÍDEO

Por tudo isto, é que o músico que está na sua carreira há 35 anos decidiu “de forma muito ponderada e consciente”, “abandonar” a sua atividade interpretativa em concertos e digressões. No entanto, esclareceu que os espetáculos que estão agendados até setembro de 2022 nos Estados Unidos e Espanha “serão os últimos” que irá realizar.

“A partir de agora, abrem-se diante de mim infinitas possibilidades – advertiu – nas quais a criatividade, isto é, compor canções, gravar álbuns, pintar e escrever livros de poesia, fazem parte dos meus objetivos”.

“Nestes 35 anos, estive nos melhores palcos do mundo e alguns dos piores, já me apresentei diante de 25 pessoas e 250.000, e na maioria deles, tive a sorte de desfrutar de um tempo em que No. máscaras ou telefones celulares eram visíveis. Sinceros agradecimentos!”

sobre o fim, Agradeceu ao público o “carinho e amor” recebido nos mais de 1.500 concertos que deu na Espanha, Europa, América Latina, Estados Unidos e Japão.

“Nestes 35 anos, estive nos melhores palcos do mundo e alguns dos piores, já me apresentei diante de 25 pessoas e 250.000, e na maioria deles, tive a sorte de desfrutar de um tempo em que No. máscaras ou telefones celulares eram visíveis. Sinceros agradecimentos!” ele disse.

Por último, Ele agradeceu a sua banda, os Holy Innocents, e sua equipe: “Foi uma ótima viagem”, concluiu.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.