O governo britânico autoriza o aumento da participação de Patrick Drahi no capital da BT

O proprietário da SFR detém 18% da operadora de telecomunicações britânica. Londres, que havia aberto uma investigação, finalmente deu luz verde.

Finalmente é sim. Londres autoriza a Altice a deter 18% do capital da operadora britânica. A Altice é propriedade do empresário francês Patrick Drahi, que também detém a SFR em França e a Portugal Telecom.

Uma investigação foi aberta pelo governo britânico, depois que a Altice aumentou sua participação de 12,1% para 18% no capital da operadora de telecomunicações incumbente. Nos últimos meses, Londres tem estado particularmente vigilante sobre a aquisição de suas pepitas tecnológicas por interesses estrangeiros. A americana Nvidia foi assim proibida de adquirir a Arm, em semicondutores.

Patrick Drahi pode permanecer na capital da BT, após um exame aprofundado realizado pelos serviços do Estado britânico. O francês mantém assim a sua posição de maior acionista da operadora britânica, mas um novo aumento da sua participação estaria sujeito a uma investigação, alerta o governo britânico. A Altice já avisou que até à data não está previsto qualquer aumento da sua participação no capital da BT.

A BT, que passa por um novo período de turbulência, viu sua ação ganhar quase 2% na abertura da bolsa de Londres. Os investidores temiam uma venda maciça de ações no caso de um veto em Downing Street. O operador é, no entanto, confrontado com sérias dificuldades. O país está muito atrasado na implantação da fibra e a BT, por sua vez, é afetada pela onda de greves que afeta o país, enquanto os funcionários se manifestam por seu poder de compra.

Nicole Leitão

"Aficionado por viagens. Nerd da Internet. Estudante profissional. Comunicador. Amante de café. Organizador freelance. Aficionado orgulhoso de bacon."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *