O cubano Roger Iribarne assina contrato com o Benfica de Portugal

o O short cubano Roger Valentín Iribarnenúmero 79 no ranking mundial da especialidade, conseguiu firmar contrato com a Lisboa clube Benficaem Portugal, após a sua saída da seleção nacional de atletismo em 2021.

A organização desportiva anunciou a chegada do atleta na sua página de Facebook. Na publicação, partilhou uma imagem de Iribarne vestido com as novas cores da equipa portuguesa, onde também joga o campeão olímpico do salto triplo. Pedro Paulo Pichardo.

O atleta de 26 anos espera melhorar seu desempenho e diminuir seus recordes pessoais. De acordo com a mídia portuguesa sapodsporto melhor recorde do corredor cubano foi de 13,39 segundos, conquistado na Copa do Mundo em Doha, no Catar, em 2019quando estava na posição 34.

No Campeonato Mundial Indoor de 2018 em Birmingham, Reino Unido, Iribarne conseguiu colocar-se na sétima posição nos 60 metros com barreiras, com tempo de 7,77 segundos. Seu resultado mais relevante nesta modalidade é 7,58.

Se conseguir a nacionalidade portuguesa, o corredor cubano poderá regressar às primeiras posições no cenário internacional e representar Portugal em competições europeias e mundiais. incluindo os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Iribarne foi o melhor corredor cubano após a saída de Orlando Ortega -hoje na seleção espanhola- e a retirada definitiva do Dayron Roblese também representou Cuba na Jogos Pan-Americanos de LimaPeru em 2019, onde terminou em oitavo lugar após ser desclassificado da corrida final.

Durante sua preparação para aquele evento multiesportivo regional, o corredor participou de uma sessão de treinamento na cidade mexicana de Monterreyque também beneficiou Reynier Mena de 200 me Rose Mary Almanza, corredor de 800 metros planos.

Suas realizações mais importantes até sua saída de Cuba foram a medalha de prata no Campeonato Pan-Americano Júnior, realizado em Edmonton, Canadá, em 2015, e a medalha de bronze que conquistou nos Jogos Centro-Americanos de BarranquillaColômbia, em 2018.

A saída de Iribarne da seleção cubana de atletismo em setembro de 2021 aumentou o êxodo alarmante de atletas nacionais, já que nessa data também solicitaram sua retirada da Federação o velocista Reynier Mejías e o saltador triplo Cristian Napoles.

Nos dias anteriores ao Olimpíadas de Tóquiodeixou a seleção saltador triplo Jordan Diazque já tem nacionalidade espanhola e compete em nome do FC Barcelona, ​​onde em pouco tempo conseguiu quebrar o recorde nacional daquele país e colocar-se no topo das melhores marcas da temporada, graças a um recorde de 17,27 metros.

Outra vítima sensível para o esporte cubano foi a do saltador com vara Yarisley Silva, que junto com seu técnico Alexander Navas Páez, solicitou sua saída em 3 de abril passado. Silva tem em seu brilhante recorde a legenda olímpica de Londres 2012, a medalha de ouro no Mundial de Pequim 2015, onde saltou 4,90 metros, e o título dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.