Notícias | Presidencial 2022: ex-presidente brasileiro Lula apoia Macron

Por La Provence (com AFP)

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta quinta-feira “bater extrema direita“ao apoiar o ex-presidente Emmanuel Macron, que, segundo ele, “encarna melhor os valores democráticos e humanistas”.

É fundamental derrotar a extrema direita e sua mensagem de ódio e preconceito. Isso é o que todos os democratas (…) ao redor do mundo desejam e esperam.A figura da esquerda insistiu em uma série de tweets postados em sua conta oficial.

No primeiro turno, o ex-presidente brasileiro (2003-2010) havia apoiado o candidato da insurgente França (esquerda radical) Jean-Luc Mélenchon. Luiz Inácio Lula da Silva Lula agora acredita que o presidente cessante “é aquele que melhor encarna os valores democráticos e humanísticoscontra sua rival de extrema-direita Marine Le Pen na votação de domingo.

Em um tweet em francês, ele julgou que “o futuro da democracia está em jogo na Europa e no mundo

O impacto das eleições na França”vai além dos seus limites‘, afirmou o líder das pesquisas contra o presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro nas intenções de voto para a eleição presidencial de outubro no Brasil.

Os primeiros-ministros alemão, espanhol e português também apelaram esta quinta-feira aos franceses para votarem a favor do “candidato democratana eleição presidencial, com referência a Emmanuel Macron.

À luz das últimas pesquisas, o presidente cessante terá o vencedor em uma faixa de 54 a 56,5% contra Marine Le Pen.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.