Notícias Bélgica :: Ao vivo: Van Damme Memorial 2022: Resultados ao vivo :: Notícias da Bélgica

O show da 46ª edição do memorial Van Damme começou em Bruxelas. A cerimônia oficial abre às 19h30 com a homenagem aos ex-campeões.

19h39: Os 200 metros em cadeira de rodas foi vencido pelo favorito, o finlandês Toni Piispanen, de 46 anos, com o tempo de 36,91 segundos. Os belgas Roger Habsch (62 anos) e Genyn Peter (45 anos) estão respectivamente 2º e 3º à frente do 4º e último português Mestre Helder, de 55 anos.

19h45: 400 metros senhoras: o recorde mundial é 49,11. Ele não foi derrotado desde que o francês Brossier Amandine venceu a competição com 51,74. A favorita Ponette Helena é derrotada já que ocupa o 2º lugar com 51,82. A belga de 22 anos e 93ª do mundo, ainda bateu o seu recorde pessoal, que foi de 51,93. O jamaicano Clayton Rushell é o 3º.

19h52: 400 metros, senhores. O trio de belgas Kévin Borlée, Jonathan Borlée e Dylan Borlée está nos blocos de partida. Kevin Borlée vence com um tempo de 45s72.

20h04 – 400 metros com barreiras, senhores. O recordista belga Julien Watrin novamente causou sensação ao terminar em 2º (48,66 segundos) atrás do campeão mundial na disciplina, o brasileiro dos Santos Alison (47,54 segundos). O recorde mundial estabelecido pelo norueguês Warholm Karsten em Tóquio, Japão, em agosto de 2021, é de 45,94 segundos.

20h13 – Senhoras de corrida de obstáculos de 3000 metros. A competição envolve uma corrida de 7 voltas contínuas para cada um dos 16 competidores. Os competidores devem a cada volta do estádio cruzar duas barreiras, cada uma com 66 centímetros de altura, e atravessar um rio de água quente. A vitória é da queniana de 20 anos, Jackline Chepkoech, com um tempo de 09.02.43 seg à frente de Winfred Mutil Yavi (09.03.44 seg).

20h33 – 200 metros masculino. O americano Erriyon Knighton, 3º do mundo, lidera a prova com 20,07 segundos. O recorde mundial permanece detido até hoje por Usain Bolt. O jamaicano correu 19,19 segundos em Berlim em 2009.

20h45 – 100 metros senhoras. A nigeriana Seyni Aminatou, de 25 anos, atua como um pequeno polegar diante dos líderes que são a marfinense Marie Josée Talou e especialmente a aguardada jamaicana treinada por Fraser-Pryce Shelly-Ann e Shericka Jackson. Jackson vence com um tempo de 10,73, um segundo à frente de Fraser-Pryce Shelly-Ann (10,74 segundos). Marie Josée Talou ocupa o 3º lugar com 10,78 segundos. Seyni Aminatou é 7º e penúltimo com o tempo de 11,11 segundos. O recorde dos 100 metros femininos continua nas mãos da americana Florence Griffith-Joyner; recorde estabelecido em 10,49 segundos em 16 de julho de 1988 em Indianápolis (EUA).

20h59 – 400 metros senhoras. É reportado um erro técnico, o que significa que não haverá falsa partida para os 8 atletas concorrentes. A vitória vai para o dominicano Cofil Fiordaliza, 49,80 segundos à frente de Williams Sada 50,15 segundos. Cynthia Bolingo, a mais rápida de todas as Chitas belgas, está no lugar para o deleite de muitos públicos. Ela também bateu seu próprio recorde e recorde belga, que ela moveu em 10 terços, ou seja, de 50,29 seg para 50,19 seg.

21h07 – 100 metros com barreiras feminino. O recordista mundial Amusan Tobi está ausente. Seu recorde não é batido desde que a vencedora Jasmine Camcho-Quinn vence com 12,27 segundos.

21h16 – Salto em distância feminino. Nafissatou Thiam entra na competição e realiza seu 1º salto.

21h15 – 5.000 metros masculino. São 21h27 quando o queniano Jacob Krop bate o recorde mundial do ano de 2022 12 minutos 45 seg 71. Ele está, portanto, à frente dos 12 min 43 seg e 33 terços de seu compatriota Kipkorir Nicholas estabelecido em Roma (Itália) em 9 de junho último. O recorde mundial de todos os tempos permanece parado em 12 min 35 36 terços estabelecido pelo ugandês Cheptegei Joshua em Mônaco (França) em 2020.

21h36 – 1500 metros senhora. Vitória para Mageean Ciara. A irlandesa correu 1 km 500 em 3 minutos 56 segundos e 63 terços

21h52 – 800 metros Homens. Vitória de Jake Wghitman com 1 min 43 seg 65. O recorde mundial da disciplina é de 1 minuto 40 seg 91 terços estabelecido pelo queniano Rudisha David em 2012.

22 horas. Fim da competição. Obrigado por ter experimentado esta grande competição com a equipe editorial de camer.be e camer-sport.com

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.