MobyFly começa a montar seu Tesla des mers em Le Bouveret

A construção do hidrofólio elétrico da start-up de Valais MobyFly, que foi transportado por caminhão (eletricamente de Genebra) de Portugal, chegou em 5 de setembro ao seu porto de origem no Lago Genebra, em Le Bouveret. Com 10 metros de comprimento e 4 de largura, este barco, destinado ao transporte de passageiros, receberá os seus foils e a sua propulsão antes do início das provas de navegação e voo destinadas à sua certificação. A MobyFly está a desenvolver uma gama de barcos foil que podem transportar 20 a 300 pessoas a velocidades superiores a 70 km/h, reduzindo o consumo de energia em mais de 70% em comparação com as balsas a diesel.

Por que isso é interessante. Embora o transporte marítimo tenha um impacto de CO2 menor do que o transporte rodoviário, as emissões do setor ainda são comparáveis ​​às da aviação civil na Europa. O objetivo da MobyFly é descarbonizar o transporte de passageiros em mares, lagos e rios usando motores elétricos movidos a bateria (mesmo no futuro movidos a hidrogênio) e tecnologia de folha de competições de vela.

Reservado para assinantes

Este artigo é apenas para assinantes.

Já inscrevi?
Conecte-se

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.