Meyer Shank Racing vence Petit Le Mans e o título

a Corrida de Meyer Shank portanto, venceu a luta entre os dois Acuras. O suspense durou até quinze minutos do final da 25ª edição do Petit Le Mans, última rodada da temporada 2022 da IMSA. Os dois carros da filial norte-americana da Honda ficaram então nas duas primeiras posições, com Tom Blomqvist no papel de presa e Filipe Albuquerque no de caçador.

Uma situação já vista várias vezes este ano e em que o português tem feito muitas vezes a diferença frente à Meyer Shank Racing. No entanto, o natural de Coimbra voltou a ser ultrapassado pelos caprichos da prova, como todas as vezes que vê a vitória em Road Atlanta, circuito onde não consegue vencer. Depois de uma tentativa de ultrapassar o líder a quinze minutos do final da temporada e um encontro com um GTD danificando uma suspensão, o n°10 da Wayne Taylor Racing voltou aos boxes em velocidade muito baixa, deixando o protótipo rosa do Meyer Shank Corrida a caminho da vitória e dos títulos de Pilotos e Equipes.

Tom Blomqvist, Oliver Jarvis e Helio Castroneves encerraram assim a temporada como a iniciaram no último fim de semana de janeiro, quando venceram as 24 Horas de Daytona: com uma vitória. Quarto homem no relógio duplo na Flórida, o francês Simon Pagenaud não deixou de parabenizar os amigos.

Infortúnios de Cadillac

Um sucesso que parecia destinado à Meyer Shank Racing. Partindo da pole position graças ao desempenho de Tom Blomqvist no dia anterior, o protótipo n°60 passou por quedas durante as dez horas de uma corrida que não poupou seus rivais. Especialmente do lado do Cadillac onde as principais chances de vitória desapareceram em vários acidentes. Em primeiro lugar, o DPi nº 5 da JDC-Miller MotorSports, no qual os franceses Tristan Vautier e Loïc Duval foram acompanhados por Richard Westbrook. Depois de passar a quarta hora na liderança, Duval enfrentou Aaron Telitz, ao volante do Lexus RC F GT3 n°12 da VasserSullivan (GTD). Fim da corrida para os dois candidatos à vitória em sua categoria.

Os infortúnios da firma de Detroit (Michigan), tão dominante durante os Treinos Livres, não pararam por aí. Entrando na última hora nas duas primeiras posições, os dois Cadillacs operados por Chip Ganassi Racing então conduzidos por Earl Bamber e Renger van der Zande colidiram e deixaram suas esperanças de vitória na parede.

No entanto, dois protótipos da General Motors terminaram no pódio: o nº 31 da Whelen Engineering (Pipo Derani, Olivier Pla, Mike Conway) e o nº 48 da Ally Cadillac (Kamui Kobayashi, Jimmie Johnson, Mike Rockenfeller).

Acura também brilha em GTD

No LM P2, o Oreca n°8 da Tower Motorsport (John Farano, Louis Delétraz, Rui Andrade) venceu à frente do DragonSpeed ​​USA n°81 (Henrik Hedman, Juan Pablo e Sebastian Montoya) e o PR1 Mathiasen Motorsport #11 (Steven Thomas, Josh Pierson, Tristan Nunez). Delétraz ofereceu a vitória ao seu time ao ultrapassar Juan Pablo Montoya a 30 minutos do xadrez. Farano ganha o título.

A Andretti Autosport (Jarett Andretti, Gabby Chaves, Joshs Burdon) venceu a categoria LM P3, resistindo ao nº 30 da Jr III Racing (Garett Grist, Nolan Siegel e Ari Balogh).

Risi Competizione (Daniel Serra, Davide Rigon, James Calado) saiu por cima em uma espetacular batalha de quatro vias na meia hora final para vencer a classe GTD Pro. Pelo menos na pista. A equipe sediada em Houston (Texas) de fato perdeu sua vitória alguns minutos após a chegada por uma violação do tempo de condução. Daniel Serra teria assim ultrapassado o seu tempo máximo autorizado de 11 minutos. O Lexus RC F GT3 nº 14 da VasserSullivan venceu com Ben Barnicoat, Jack Hawksworth e Kyle Kirkwood. Mathieu Jaminet e Matt Cambpell (Pfaff Motorsports) validaram o título.

Acura definitivamente brilhou no circuito georgiano ao vencer também a classe GTD com seu #66 Gradient Racing NSX GT3 (Kyffin Simpson, Till Bechtolsheimer, Mario Farnbacher), terminando mesmo à frente dos primeiros GTD Pros. O título vai para Roman de Angelis (Aston Martin Vantage AMR GT3 n°27 do Heart of Racing).

Marco Soares

"Leitor. Defensor da comida. Fanático por álcool. Fã incondicional de café. Empresário premiado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *