Marrocos e Portugal criam o seu Conselho Económico

A Confederação Geral das Empresas Marroquinas (CGEM) e a Confederação das Empresas Portuguesas assinaram, segunda-feira, 22 de novembro, em Casablanca, um acordo de cooperação para a constituição de um Conselho Económico Marrocos-Portugal.

Rubricado pelo Presidente da CGEM, Chakib Alj, pelo Secretário de Estado da Internacionalização do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Eurico Brilhante Dias, e pelo Vice-Presidente da Confederação Empresarial Portuguesa (CIP), Armindo Monteiro, este acordo visa para fornecer um pulso acelerado relações económicas entre Marrocos e Portugal.

Ao abrigo deste acordo, as partes interessadas decidiram aumentar o nível de cooperação para um parceria econômica avançada.

O Conselho Económico Marrocos-Portugal estabeleceu os seguintes objetivos:

– reorientar as prioridades;

– consolidar as conquistas e torná-las sustentáveis;

– explorar novas vias de parceria inovadoras, ambiciosas e benéficas para as populações dos dois países no quadro de um co-desenvolvimento em que todos ganham;

– incentivar o estabelecimento de iniciativas econômicas conjuntas;

– promover a sinergia entre os players e a partilha de conhecimentos em torno de projetos estruturantes e emblemáticos;

– melhorar o clima de negócios entre os países;

– contribuir para a co-emergência.

“Através desta cooperação, queremos apoiar nossas empresas a aproveitar o potencial existente em nossos mercados em setores estratégicos e futuros, como digital, aeronáutico, automotivo, energia, têxtil, metalurgia ou mesmo saúde”, disse Chakib Alj. ser adicionado ao longo do tempo, acrescentou.

Por seu lado, Eurico Brilhante Dias disse que esta nova plataforma servirá de acelerador e dará um forte impulso às relações comerciais e de investimento entre os dois países.

(Com MAPA)

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.