Mari Segura, a colombiana que cativou em ‘La Voz Portugal’, anuncia seu projeto solo

Mari Segura

Em 25 de outubro de 2020, com seu violão e um cover da música ‘Let it go’ de James Bay, a bogotán Mari Segura brilhou nas audições cegas do concurso de talentos musicais La Voz, em sua versão em Portugal. Diogo Piçarra, um de seus quatro jurados, foi o primeiro a confiar nela ao apertar o botão em sua cadeira alguns segundos depois da apresentação de Mari. Ao passar, António Zambujo e Marisa Liz viraram-se ao mesmo tempo. Aurea foi a última juíza a virar a cadeira para ver o colombiano. Apesar de não ter conseguido vencer o concurso, de mãos dadas com António Zambujo, a quem escolheu como treinador, Mari é lembrada pela sua apresentação e agora apresenta o seu projeto como solista.

Mari, que também cantou ‘Bésame Mucho’, ‘Riptide’ e ‘Skinny Love’ durante sua permanência na competição, já assinou com a gravadora Sony Music em Portugal, e se prepara para dar continuidade à sua carreira, que vem se consolidando há anos, mas que veio a ter grande repercussão após sua participação naquele programa e que agora se torna algo oficial após a assinatura de seu contrato.

“O que deu esse clique foi que no começo do mês eu fiz três shows sozinho, tocando apenas músicas originais, e foi o cara da Sony Music que mais se interessou em me ver ao vivo”, A artista contou, em entrevista ao Noticias Caracol, um canal que se prepara justamente para dar espaço a uma nova versão de La Voz Kids, e a estreia de La Voz em sua versão sênior.

Para Mari, esse caminho que ela está trilhando é cheio de novidades, não só ela tem uma equipe inteira atrás dela, mas, por sua vez, ela já pode pagar o aluguel e viver do que sempre sonhou: a música. “É o que sonhei a vida toda, de repente com os shows começo a pagar meu aluguel e minha vida. Claro, meu pai obviamente feliz, mas digo-vos que é algo que procurava há muito tempo e que vi até agora porque há um ano estava a jogar por 40 euros num bar durante 2 horas e hoje se quiserem que eu cante durante 2 horas custa mais”, comentou em seu diálogo com o informativo.

Mari Segura
Mari Segura

Com a ajuda da gravadora, a cantora e compositora de Bogotá apresenta sua música “Pluperfect” e, em outubro deste ano, pretende lançar um EP composto por seis músicas de sua criação. “Eu coproduzi o álbum, tem um estilo jazz, mas é pop em espanhol (…) Os dias que tenho que ir a um show, assim que chego, está tudo pronto, e quando saio, a guitarra já está guardada e os cabos também. Não sou eu quem tem que fazer cada parte”, disse a cantora sobre sua experiência com a gravadora.

“Pessoas maravilhosas, faltam apenas dois dias para compartilhar com vocês o que estamos preparando nos últimos meses. Esta é apenas uma pequena parte do todo, mas é o primeiro passo para uma nova aventura (…) Até agora você conheceu Mari “sozinha”, tanto na entrega, quanto no trabalho criativo e técnico. Foi assim que tentei até agora fazer tudo acontecer, mas felizmente esse cenário mudou. Agora não sou apenas eu, mas uma equipe dedicada de pessoas incríveis e talentosas que decidiram correr esse risco e embarcar nessa jornada comigo.”Mari escreveu em sua conta do Instagram.

Neste momento, segundo relatou Mari naquele noticiário, vive em Lisboa, mas espera poder regressar à Colômbia para continuar a fazer o que mais gosta na vida.

Continue lendo:

Artistas, políticos, jornalistas e outros personagens expressaram sua tristeza após a morte de Ali Humar
“Cheguei ao ponto de dormir duas noites no cartucho”, o ator Andrés Sandoval revelou seus excessos

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.