Madeira, a cidade portuguesa de sonho que tem de visitar pelo menos uma vez na vida

Talvez tipicamente conhecido por ser o local de nascimento de Cristiano Ronaldo -CR7- a região de Madeira, em Portugalé uma das zonas do país mais queridas pelos turistas e particularmente para os amantes do calor, da natureza e do mar.

A cidade e as praias não têm nada a invejar às belas costas italianas, espanholas ou francesas: hoje, este destino está posicionado como um dos melhores da Europa para a temporada de verão.

UM FATO CURIOSO SOBRE A MADEIRA

Para ele origem vulcânicaa ilha da Madeira tem uma geografia extremamente acidentada: grandes montanhas até 1.860 metros acima do nível do mar dominam a paisagem. O curioso é que a atividade vulcânica, ironicamente, tornou a área extremamente fértil e hoje quase toda a superfície está coberta de vegetação..

Foi por suas florestas e pela abundância de madeira, que recebeu o nome de Madeira. Além disso, devido à riqueza de nutrientes do solo, a gastronomia é excelente: pode encontrar bananeiras e vinhas, com as quais se produz o famoso vinho Madeira, muito utilizado na cozinha portuguesa.

Para além das suas belas paisagens e extensos campos verdes, a Madeira é também digna de admiração pela sua arquitetura: A capital, Funchal, é uma grande cidade que parece ter vindo da Europa do século XV, onde predominam edifícios góticos e barrocos da época..

Dito isto, é claro que visitar a região da Madeira faz ou tem que fazer parte da lista de viagens. Para quem decide apanhar esse avião, estas são cinco coisas que tem de fazer quando chegar a esta ilha portuguesa:

1. LAS LEVADAS DA MADEIRA

As levadas são canais de água que percorrem grande parte da ilha da Madeira. Eles foram originalmente criados para fornecer água à região sul, muito mais seca que a região norte: em meados do século XVI, esses canais de água começaram a ser construídos em toda a ilha.

Devido à sua geografia montanhosa, a construção destes canais foi um grande esforço por parte dos habitantes da ilha. Muitas levadas são – literalmente – esculpidas nas paredes rochosas das montanhas e muitas vezes passam por túneis: é uma série de construções completamente imperdível.

Estas levadas podem ser percorridas e esta constitui uma das maiores atracções turísticas da ilha. Existem caminhos paralelos às encostas onde se pode caminhar e ter uma tarde de trekking e caminhadas com uma paisagem incomparável.

2. COZINHA DE LUXO

Não é novidade que a cozinha portuguesa é uma das melhores e mais apreciadas do mundo, mas esta região de Portugal destaca-se pelos seus ingredientes incríveis, sabores tropicais, nuances frutadas e originalidade.

O maracujá e o sablefish são dois ingredientes que protagonizam muitos – se não quase todos – os pratos da gastronomia da região: em qualquer restaurante da ilha encontra um item da ementa que inclui um destes dois ingredientes, ou ambos, e é uma combinação luxuosa.

O Bolo de Mel (Torta de Miel) – também conhecido como Torta de Navidad – e os scones com doce de framboesa são os doces preferidos da região e não há dúvida de que qualquer amante do açúcar se apaixonaria por eles.

Para quem quer uma bebida fresca a meio da tarde, a zona da Madeira é conhecida por ter um dos melhores mojitos da região, sempre feito com maracujá. Além disso, a ilha é conhecida pelo bom rum e protagoniza muitos dos coquetéis: o mais tradicional é a Poncha, bebida tradicional de rum, mel, açúcar e suco de laranja ou limão.

Claramente o sorvete não poderia ficar para trás: o sabor chave da ilha é o sorvete com arroz doce e canela – soa bem argentino – e o melhor é que o sorvete é super barato, em quase todos os sorvetes salões um cone sai apenas dois euros.

3. PORTO MONIZ

O Porto Moniz é uma das atrações turísticas mais populares da ilha devido às suas “piscinas infinitas” naturais. As reentrâncias das formações vulcânicas enchem-se de água salgada que brota do mar e formam esta feição geográfica que foi repetida inúmeras vezes pela arquitetura. É sem dúvida a melhor forma de aproveitar uma tarde quente e ensolarada.

4.ARTE, ARTE E MAIS ARTE

É um país europeu e fica na zona da Península Ibérica… não é de estranhar que uma das atrações da ilha da Madeira seja a arte. No entanto, nesta região, a arte assume uma forma mais criativa e interactiva do que noutras cidades, não só do país, mas do continente: o que distingue a ilha da Madeira é que quase todas as portas dos edifícios ou dos espaços gastronómicos e outros são pintados com obras de arte originais e impressionantes.

5. O JARDIM TROPICAL DO PALÁCIO DO MONTE

Aberta ao público desde 1991, esta obra-prima situada no Monte foi da autoria de José Berardo e integra uma das mais importantes coleções de azulejos de Portugal: os azulejos expostos em meio à vegetação tropical representam várias épocas, provenientes de palácios, igrejas, capelas e casas particulares de em todo o antigo império português.

A maioria deles descreve eventos sociais, culturais e religiosos. Destas, destaca-se uma porta do século XVIII, emoldurada pelo frontispício da capela, com duas figuras laterais segurando as pedras dos Dez Mandamentos e uma espada; e 40 painéis de azulejos que contam a história portuguesa, começando pelo reinado de D. Afonso Henriques e terminando com um painel dedicado à Terceira República.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.