Itália ou Portugal vão ficar de fora do Mundial no Qatar após empate diabólico

  • Os dois últimos campeões europeus vão disputar um lugar na final do “play-off”, em solo português, se ultrapassarem as suas meias-finais

Itália ou Portugal (ou talvez ambos) perderão a Copa do Mundo no Catar. O sorteio dos playoffs, realizada esta sexta-feira em Zurique, condenou os dois últimos campeões europeus para se enfrentarem por um dos três lugares no velho continente que permanecem vagos para a nomeação de 2022, se eles se encontrarem em casa primeiro e eliminarem Macedônia e Peru, respectivamente. Christian ou Verratti; João Félix ou Bonucci; Rubén Dias ou Jorginho… Só pode sobrar um.

“Não foi um grande sorteio, algo melhor poderia ter ido para nós“, reconheceu Roberto Mancini depois de conhecer seus rivais. “Mas assim como gostaríamos de evitar Portugal, eles queriam nos evitar”, acrescentou, sublinhando que antes desse duelo, que seria disputado em solo português, a Itália deve vencer a Macedónia. “Existem vários aspectos positivos como jogar em casa, poder contar com o apoio do seu público e evitar o cansaço do deslocamento”, disse Fernando Santos. “Estou totalmente convencido de que estaremos na Copa do Mundo», argumentou o treinador português, que prometeu deixar o cargo se não se qualificar.

Um drama está chegando para o ‘Nazionale’ (que já foi deixado de fora da Rússia-2018) ou a ‘Seleção’. Terminar em primeiro no grupo e conseguir a passagem direta para o Catar foi mais importante do que nunca na última fase de qualificação. O inovador sistema de repescagem, um empate duplo jogo único, deixou em aberto a possibilidade de duas grandes equipes terem que lutar entre si, não na primeira partida, com os cabeças de chave, mas na segunda. E a combinação mais diabólica foi dado

Terceiro playoff em quatro edições

Itália e Portugal vão pagar pelos seus pecados. A dos italianos, não conseguindo vencer na Irlanda do Norte, que deixou a passagem nas mãos dos suíços. O de Portugal, que na última jornada só precisou de empatar em casa com a Sérvia, deixou-se seguir aos 90 minutos. É a terceira vez nas últimas quatro edições que a equipa portuguesa se vê nos playoffs, dos quais saiu vitorioso em 2010 frente à Bósnia e em 2018 frente à Suécia.

Notícias relacionadas

Mas agora tudo é mais complicado. As 12 equipes da repescagem (oito vice-campeãs do grupo e duas campeãs de diferentes escalões da Liga das Nações) foram divididas em três caminhos. A Polônia de Robert Lewandowskique não começou como cabeça de chave, foi o rival mais temido para o primeiro empate, e o ‘sorteado’ foi Rússia. O vencedor deste duelo vai lutar pelo último bilhete europeu contra Suécia olá República Checa.

Bale x Alaba

Ainda mais igualdade apresenta a rota A. Gales de Gareth Bale jogará em casa contra Áustria de David Alaba. O vencedor jogará o passe contra o vencedor de uma Escócia-Ucrânia prognóstico igualmente incerto. As semifinais de cada rota serão realizadas em 24 de março e as finais em 29 de março.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.