Itália eliminada, Portugal passa!

Equipe editorial do Media365, publicado na quinta-feira, 24 de março de 2022 às 23h

Grande decepção para a Itália, eliminada pela Macedônia do Norte na quinta-feira nas semifinais do play-off de acesso à Copa do Mundo de 2022. Portugal, Suécia e País de Gales estão a apenas uma vitória do Qatar.

A água correu por baixo das pontes, o euro passou por lá, mas a Itália volta a mergulhar no pavor. Quatro anos após o trauma de sua não participação na Copa do Mundo de 2018, o Nazionale falhou novamente na fase de play-off. Em outras palavras: uma Copa do Mundo será disputada sem a Itália pela segunda vez em quatro anos. Uma situação inimaginável para esta grande nação do futebol, que participa de todas as edições há mais de 50 anos.

Itália ainda traumatizada

Este terrível desfecho não teria acontecido se a equipe de Mancini não tivesse caído nessa armadilha. Porque se a Macedônia do Norte tinha tudo de vítima expiatória, foi ela quem saiu vitoriosa desta primeira barragem, realizando o golpe perfeito: grande disciplina, o sucesso necessário durante a tempestade e o golpe de punhal no final do noite. Foi Aleksandar Trajkovski quem assumiu o traje do carrasco (0-1, 90 + 2), como um certo Kostadinov uma noite na França-Bulgária, há quase 30 anos.

Portugal continua a caminho do Qatar

Claro, o laço teria apertado se a Itália tivesse encontrado Portugal para o segundo jogo. A nomeação foi feita. Mas não vai. Esconderia as surpresas que o grande livro do futebol reserva, às vezes. Portugal, precisamente, apostou na passagem para a próxima eliminatória ao dominar a Turquia (3-1). Um sucesso que a banda de Ronaldo tirou desde o primeiro acto, com golos rápidos de Otávio (1-0, 15.º) e depois Diogo Jota (2-0, 42.º). Burak Yilmaz reviveu a Turquia depois de voltar do vestiário (2-1, 65º), mas o bisão do Lille, decididamente próximo de suas bombas nesta temporada, perdeu um pênalti que poderia ter salvado sua terra natal. Nunes selou o sucesso português a galope (3-1, 90º + 4).

Passe galês e sueco

Nos outros jogos da noite, o País de Gales fez a troca para dominar a Áustria graças a um grande Gareth Bale, autor de um duplo (2-1), com dois magníficos remates à clarabóia, incluindo um soberbo pontapé-livre. E Suécia, privada de Zlatan Ibrahimovic, suspensa, teve que esperar prorrogação para fazer a diferença frente à República Checa (1-0), num golo de Robin Quaison aos 110 minutos de jogo. Os suecos enfrentarão a Polônia na terça-feira por uma vaga no Catar, enquanto os galeses terão que esperar até o mês de junho, e o resultado do play-off entre Ucrânia e Escócia, para conhecer seu adversário.

Marco Soares

"Leitor. Defensor da comida. Fanático por álcool. Fã incondicional de café. Empresário premiado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.