Interesse da OTAN salta em opiniões europeias e norte-americanas, constata estudo – EURACTIV.com

A importância da OTAN como ator de segurança aumentou 11 pontos na percepção da opinião pública em 14 países europeus e norte-americanos em um ano, de acordo com um estudo anual do German Marshall Fund (GMF) divulgado quinta-feira (29 de setembro). Publicados.

A União Europeia também é vista como importante para a segurança nacional dos países do continente, segundo este estudo denominado “tendências transatlânticas” e realizado em julho em 14 países (Canadá, França, Alemanha, Itália, Lituânia, Holanda, Polónia, Portugal, Roménia, Espanha, Suécia, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos) com 1.500 pessoas por país.

78% dos inquiridos acreditam que a OTAN é “muito” ou “bastante” importante para a segurança do seu país, em comparação com 67% em 2021. Os países próximos da Rússia e da Ucrânia são os que lhe dão grande importância. 91% na Polônia, 88% na Romênia, 87% na Lituânia), mas pontuações altas podem ser encontradas em países da Europa Ocidental, como Portugal (90%), Holanda (81%) ou Alemanha (80%).

“A história de uma Europa dividida entre Oriente e Ocidente realmente não se sustenta, esses números mostram que é muito mais complicado do que isso”diz o vice-diretor do escritório do GMF em Paris, Martin Quencez.

Conselho menos favorável na Turquia

A Turquia está na parte inferior da escala, com 21% dos entrevistados classificando a OTAN “muito importante” para sua segurança e 44% “bastante importante”.

Quanto ao continente europeu, em média 81% dos entrevistados de países da UE acreditam que a União Europeia também é importante para a segurança nacional. França (73%) e Itália (75%) seguem Portugal (94%) ou Espanha (82%).

Deve-se notar que países não pertencentes à UE, como o Reino Unido (67%) e a Turquia (58%) também o descrevem como um ator fundamental em sua segurança.

Se os Estados Unidos ainda forem vistos como a potência mais influente do mundo por 64% dos entrevistados dos 14 países, eles acreditam que essa influência diminuirá drasticamente.

São apenas 37% que acreditam que os Estados Unidos serão o player global mais importante em 5 anos, e 25% acham que a China será a potência mais influente, 15% a União Europeia e 10% a Rússia.

Além disso, Alemanha (75%), França (65%) e Reino Unido (55%) são considerados os países mais influentes da Europa.

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *