Fundo francês compra hospital privado em Almada – Imobiliário

A Lifento, gestora de fundos imobiliários especializada em cuidados de saúde, anunciou que finalizou a compra do edifício que alberga o Hospital Particular de Almada (HPA).

“A aquisição foi feita em nome do fundo de investimento aberto Lifento Care Paneuropean”, disse a entidade adquirida em comunicado.

Uma operação que se segue à aquisição da HPA no verão passado pelo private equity Atena Equity Partners e pela 3T Portugal, sediada em Bruxelas, do grupo Jocolgest, propriedade do médio e empresário João Colarinha.

Esta foi a primeira operação realizada pela joint venture criada pela Atena e 3T dedicada ao investimento na saúde, nomeadamente no ambiente hospitalar, e a parceria com a Lifento terminou com a assinatura de um contrato de arrendamento. por um período de 30 anos.

A Lifento foi assessorada nesta operação pela Garrigues e pela DDN.

O HPA agora dobrará de tamanho.

“Dado o forte crescimento demográfico da zona, aliado ao desenvolvimento da Grande Lisboa, a Lifento e o HPA estão a lançar um grande programa de desenvolvimento através da renovação dos ativos atuais e da construção de uma extensão que dotará a instalação de uma área de 12.000 metros quadrados, ou seja, uma duplicação da área atual”, continua a empresa francesa.

“Este desenvolvimento vai permitir ao HPA afirmar-se como um ‘referenciador’ na oferta de cuidados em Lisboa, com a criação de novas unidades de cuidados actualmente não disponíveis no território, bem como o desenvolvimento de centros de excelência nas especialidades de obstetrícia cirúrgica”, destaca Lifento, que afirma ter investido mais de 200 milhões de euros até agora no setor da saúde e médico-social na Europa (França, Bélgica, Portugal, Itália e Alemanha).

O HPA agora dobrará de tamanho.

“Dado o forte crescimento demográfico da zona, aliado ao desenvolvimento da Grande Lisboa, a Lifento e o HPA estão a lançar um grande programa de desenvolvimento através da renovação dos ativos atuais e da construção de uma extensão que dotará a instalação de uma área de 12.000 metros quadrados, ou seja, uma duplicação da área atual”, continua a empresa francesa.

“Este desenvolvimento vai permitir ao HPA afirmar-se como um ‘referenciador’ na oferta de cuidados em Lisboa, com a criação de novas unidades de cuidados actualmente não disponíveis no território, bem como o desenvolvimento de centros de excelência nas especialidades de obstetrícia cirúrgica”, destaca Lifento, que afirma ter investido mais de 200 milhões de euros até agora no setor da saúde e médico-social na Europa (França, Bélgica, Portugal, Itália e Alemanha).

(Notícias atualizadas às 11:06)

Nicole Leitão

"Aficionado por viagens. Nerd da Internet. Estudante profissional. Comunicador. Amante de café. Organizador freelance. Aficionado orgulhoso de bacon."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.