Finlandês Rovanperä domina em Portugal com a Toyota

O finlandês reforça assim sua posição como líder da Copa do Mundo.

O finlandês Kalle Rovenperä (Toyota) venceu o Rali de Portugal, 4ª jornada (de 13) do Campeonato do Mundo (WRC) no domingo, batendo os britânicos Elfyn Evans (Toyota) e o espanhol Dani Sordo (Hyundai).

Rovanperä reforça assim a sua posição de líder do campeonato, agora com 46 pontos de vantagem sobre o número dois, o belga Thierry Neuville (Hyundai).

O jovem de 21 anos, que comanda a prova desde a penúltima etapa no sábado, completou a 21ª e última etapa cronometrada com 15 segundos de vantagem sobre Evans e dois minutos e 17 segundos sobre Sordo. E com cinco pontos de bônus, pelo seu melhor tempo neste Power Stage.

Agora parece que temos uma sequência muito boa! Para ser honesto, começar primeiro (na estrada, como o líder do campeonato, nota dos editores) e lutar por uma vitória como essa, isso é muito bom. Nosso carro estava perfeito como sempre“Depois da finalização, gostámos de Rovanperä.

A vitória de Rovanperä é a quinta da sua carreira no WRC, a terceira consecutiva depois de sucessos na Suécia e na Croácia. Como resultado, ele está ainda mais confortável em primeiro lugar na classificação da Copa do Mundo.

É o líder mais jovem da história do WRC com três vitórias em quatro jornadas e também o mais jovem vencedor em Portugal.

Esta quarta etapa da temporada, conhecida por ser difícil devido às estradas de terra batida, foi dominada sem problemas pelo piloto finlandês, vencedor de oito especiais.

Impressionante sexta e sábado, durante dois dias marcados por problemas mecânicos e repetidas aposentadorias dos ogros Sébastien Loeb (Ford) e Sébastien Ogier (Toyota), agora “freelancers» Rovanperä conseguiu gerir perfeitamente a sua liderança na manhã de domingo nas últimas cinco etapas.

Durante o seu interessante pescoço a pescoço com Evans, um vencedor anterior em solo português, ele sempre parecia relaxado e nunca parecia estar sob qualquer pressão.

Segundo no campeonato no início desta 4ª rodada, Neuville (Hyundai) ficou aquém e teve que se contentar com o quinto lugar geral.

O belga de 33 anos, vencedor em solo português em 2018, foi penalizado em particular por perder uma roda durante a SS8 na sexta-feira, um soluço que perdeu um tempo valioso.

Graças a esta dobradinha, a Toyota tem agora 175 pontos no campeonato de construtores. A marca japonesa ampliou ainda mais a diferença com a Hyundai (116) e a Ford da equipe M-Sport (94).

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.