Ex-presidente Jorge Sampaio morre aos 81 anos

LISBOA (Reuters) – O ex-presidente português Jorge Sampaio, que liderou o país de 1996 a 2006, morreu nesta sexta-feira aos 81 anos.

A causa da morte do ex-estadista socialista não foi divulgada. Ele estava no hospital desde 27 de agosto devido a problemas respiratórios.

Jorge Sampaio permanece na história política portuguesa como o homem que deixou o seu papel em grande medida cerimonial em Novembro de 2004 ao decidir dissolver o parlamento e convocar eleições parlamentares antecipadas, por julgar o governo social-democrata incapaz de fazer face à crise.

O ex-advogado havia se recusado a aceitar a medida quatro meses antes, quando o primeiro-ministro de centro-direita, José Manuel Durão Barroso, renunciou para assumir a presidência da Comissão Europeia.

Graças às eleições parlamentares de fevereiro de 2005, os socialistas conseguiram obter a maioria absoluta.

Antes de ocupar a presidência de Portugal, Jorge Sampaio se opôs clandestinamente à ditadura salazarista, derrubada pela “Revolução dos Cravos” em 1974, e foi então prefeito de Lisboa de 1990 a 1995.

(Patricia Rua, Catarina Demony e Andrei Khalip, versão francesa Tangi Salaün, editado por Blandine Hénault)

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.