Em que dia de março você deve mudar o relógio para o horário de verão?

Todos os anos mudamos os relógios duas vezes por ano para trazê-los para frente ou para trás e assim adaptar os ponteiros ao verão ou inverno.

A norma que exige esta alteração, atualmente em revisão, pois vários países europeus estão a ponderar a sua revogação, é a Diretiva 2000/84/CE do Parlamento Europeu e do Conselho Europeu, de 19 de janeiro de 2001, sobre as disposições sobre o verão e inverno e que é publicado no Diário Oficial do Estado.

A mudança de horário é sempre feita duas vezes por ano, nos meses de março e outubro, especificamente nos últimos domingos desses meses. Dependendo da época do ano, a hora é adiantada ou atrasada em 60 minutos.

Apesar de ser uma mudança que vigora há vários anos, ainda há muitas pessoas que não sabem ao certo quando proceder com a mudança e se estão à frente ou atrás ponteiros do relógio. Dependendo da época do ano, a hora é adiantada ou atrasada em 60 minutos.

Este ano, a mudança de horário de março ocorrerá a manhã de sábado 26 a domingo 27, quando entraremos no horário de verão. O os relógios terão que adiantar uma hora, ou seja, às 02:00 será 03:00 horas da manhã para que você durma uma hora a menos que o normal.

Essa mudança de horário é perceptível principalmente pelo amanhecer e entardecer uma hora depois, então teremos um maior número de horas de sol nas tardes.

O O horário de verão foi aplicado pela primeira vez durante a Primeira Guerra Mundial, em 30 de abril de 1916 pela Alemanha, seus aliados e suas zonas ocupadas.

O Reino Unido, a maioria dos outros estados em guerra e muitos países neutros europeus seguiram o exemplo. A URSS e algumas outras nações esperaram pelo ano seguinte, e os Estados Unidos não o usaram até 1918. Desde então, houve muitas propostas, ajustes e revogações.

a mudança de tempo chegou à Espanha em 1940, quando o ditador Francisco Franco decidiu adiantar a hora espanhola em 60 minutos. Até aquele momento, os espanhóis conviviam com a hora de Greenwich (GMT+0), a do Reino Unido e de Portugal.

Em 2018, o Comissão Europeia Ele colocou na mesa a possibilidade de suprimir as mudanças de horário e manter uma única hora ao longo do ano, mas uma decisão de consenso ainda não foi acordada entre os membros da UE.

Existem muitos especialistas que questionam a alegada economia de energia que estas duas alterações por ano podem atualmente implicar e evidenciar a repercussão negativa, embora não prejudicial, na saúde e na vida quotidiana dos cidadãos

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *