Dupla francesa nos 10 km em mar aberto

O italiano Domenico Acerenza venceu os 10 km em mar aberto do Campeonato da Europa no domingo, em Ostia, nos subúrbios de Roma, à frente dos franceses Marc-Antoine Olivier e Logan Fontaine.

Poucos minutos depois, a alemã Leonie Beck foi coroada na prova feminina, à frente da italiana Ginevra Taddeucci e da portuguesa Angélica André. As francesas Madelon Catteau (8º) e Aurélie Muller (9º) só tocaram a meta um minuto depois.

Para Marc-Antoine Olivier, esta é a segunda medalha depois do bronze conquistado no dia anterior nos 5 km em mar aberto, apenas meio segundo à frente… Logan Fontaine, mais feliz no domingo.

“Muitas ondas”

“Um grande sorriso, mas ainda um pouco de ressentimento”, reagiu ao microfone da France Télévisions o francês, que estava na liderança no último quilômetro na frente de Olivier e Acerenza.

Fontaine conseguiu trazer de volta um grupo de perseguidores no húngaro David Betlehem, que assumiu a liderança da prova muito cedo, ampliando a diferença com os outros nadadores após cerca de dez minutos, antes de seguir sozinho por mais de dez minutos. ‘Uma hora e meia.

“A palavra-chave era não entrar em pânico, não desperdiçar energia desnecessariamente”, explicou Fontaine.

“Subi um degrau, mas teria gostado do título hoje, mas Acerenza foi realmente muito forte, disse Marc-Antoine Olivier após a corrida, ao microfone da France Télévisions. No mar havia muitas ondas, de estratégia. É bom fazer corridas assim. »

A prova feminina foi ainda mais acirrada, pois quatro nadadoras ficaram a poucos metros da chegada, como comprovam os duzentos centésimos que separaram Angélica André, terceira, da holandesa Sharon van Rouwendaal, titulada no dia anterior nos 5 km, mas que falhou ao pé do pódio no domingo.

Aurélie Muller “muito decepcionada”

Na liderança a meio caminho, a bicampeã mundial na disciplina (2015 e 2017) Aurélie Muller quebrou, terminando na nona posição e disse estar “muito decepcionada”.

“Foi uma corrida muito, muito difícil. A primeira parte da corrida, senti-me muito bem e o vento aumentou, mas as ondas, não gosto muito »

Ainda havia menos swell do que no dia anterior, quando as provas femininas e masculinas de 25 km em águas abertas foram interrompidas e canceladas após mais de 3h30 de corrida, criando um imbróglio.

Os nadadores não foram avisados ​​ao mesmo tempo, alguns correndo para tocar a placa de chegada após uma volta final, como é habitual quando uma corrida é interrompida, outros parando completamente.

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *