Diversos – Justiça | Incêndios: dois mortos no norte de Portugal

Por La Provence (com AFP)

Os incêndios que assolam Portugal mataram duas pessoas na região de Vila Real (norte), disseram segunda-feira os responsáveis ​​da defesa civil. “É um acidente de trânsito, o veículo saiu da estrada perto do incêndio em Murça”sem mais detalhes, afirmou o comandante da Defesa Civil portuguesa, André Fernandes, durante uma atualização da situação.

“Encontramos o carro dessas duas pessoas na casa dos 70 anos completamente carbonizado, o casal morreu em seu veículo”O autarca de Murça, Mario Artur Lopes, disse ao canal de televisão SIC Noticias.

“Eles estavam em casa na vila de Penabeice e teriam decidido fugir quando as chamas se aproximaram de sua casa”ele adicionou.

Apesar das condições meteorológicas mais favoráveis ​​nos últimos dias, incluindo temperaturas mais baixas, mais de 1.000 bombeiros foram mobilizados na noite de segunda-feira para combater seis grandes focos no norte de Portugal.

Na sexta-feira, um bombardeiro de água caiu perto de Vila Nova de Foz Côa, na região da Guarda (norte), matando o piloto, único ocupante.

Portugal é atingido por uma série de incêndios desde 8 de julho, coincidindo com a chegada de uma grande onda de calor, que já consumiu dezenas de milhares de hectares de vegetação.

Cerca de 44 mil hectares de floresta foram destruídos pelas chamas em Portugal desde o início de 2022, segundo dados preliminares divulgados segunda-feira pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Segundo o ICNF, a área ardida este ano é a maior desde 2017, ano marcado por incêndios mortais que mataram cerca de 100 pessoas.

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.