Desaparecimento da pequena Maddie em Portugal: fim do mistério após 13 anos de investigação?

Com Christian B, um pedófilo alemão multi-recidivante, os investigadores pensam responsabilizar o responsável pelo desaparecimento da pequena Maddie, há 13 anos, em Portugal. Este último indicou que agora estavam certos de que Madeleine McCann estava morta.

Treze anos de investigação e múltiplas reviravoltas… O caso do desaparecimento da pequena Maddie McCann, de 3 anos, enquanto estava de férias em Portugal, será que se aproximaria do seu desfecho? 13 anos após os eventos, os investigadores alemães anunciaram que agora estavam certos de que Madeleine McCann estava morta, assassinada por Christian B, o principal suspeito por algumas semanas.

Uma retrospectiva de 13 anos de mistério

Os pais do pequeno britânico haviam dado o alerta na noite de 3 de maio de 2007. De férias em um complexo hoteleiro na Praia da Luz, balneário ao sul de Lisboa, eles notaram o desaparecimento da filha de 3 anos à noite. Primeiro a polícia local, depois a Interpole, o mundo inteiro acabou procurando pela garotinha.

Pesquisa que vem acontecendo há 13 anos. Um tempo suspeito, os pais serão exonerados. Em 2011, a Scotland Yard retomou a investigação e tentou novas pistas, em vão. Até 4 de junho, data em que talvez tenha ocorrido a última reviravolta neste caso extraordinário.

Perfil de um reincidente

As autoridades alemãs denunciam um indivíduo de nacionalidade alemã, atualmente detido e em processo de pedofilia, que foi condenado por violação em Portugal. Christian B nega qualquer envolvimento no desaparecimento de Maddie por enquanto, mas a jornada assustadora deste pedófilo multi-recidivante e os elementos dos investigadores o colocam no topo da lista de suspeitos.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.