Barco com Porsches e Lamborghinis pega fogo e é abandonado no Atlântico | Motores | Entretenimento

As autoridades portuguesas vigiam o navio mercante “Felicity Ace”, que transporta veículos, e arde à deriva perto das ilhas portuguesas dos Açores após a evacuação dos seus 22 tripulantes, disseram hoje à Efe fontes oficiais.

De acordo com um e-mail de representantes do escritório da Volkswagen nos Estados Unidos, no total eles foram 3.965 carros que deveriam chegar ao país norte-americano no “Felicity Ace”.

O navio de bandeira panamenha está localizado a cerca de 170 quilómetros a sudoeste da ilha do Faial, nos Açores portugueses.

“Um navio de bandeira portuguesa monitoriza a situação junto ao sinistro navio. O navio continua a arder, não se indica de momento nenhuma fonte de contaminação e mantém-se estável”, disseram hoje à Efe fontes da Marinha Portuguesa.

As mesmas fontes confirmaram que o navio transportava viaturas, mas não souberam especificar o número e as marcas das viaturas.

Eles também não especificaram se há risco de explosão devido ao combustível acumulado em seus depósitos, embora fontes consultadas pela mídia local tenham descartado essa possibilidade.

Os 22 tripulantes do navio foram resgatados ilesos. e levado para o aeroporto da Horta num avião do exército português quando o fogo começou no porão de carga.

O navio de bandeira panamenha foi construído em 2005, partiu da cidade alemã de Emden com destino a Davisille (Estados Unidos), é dedicado ao transporte de veículos e tem capacidade para transportar uma carga de 17.000 toneladas.

Embora fontes oficiais não tenham especificado as marcas dos veículos que queimam no navio, a mídia local fala em carros de luxo.

Um porta-voz da Porsche confirmou que cerca de 1.100 unidades dessa empresa estavam no cargueiro panamenho. Enquanto isso, a Audi também informou que alguns de seus veículos estavam a bordo, mas não especificou quantos.

O conhecido apresentador e youtuber americano Matt Farah postou em sua conta no Twitter que recebeu uma ligação de seu revendedor. “Meu carro está agora à deriva, possivelmente em chamas, no meio do oceano.”

“Para todos que perguntam, a concessionária prometeu me manter informado sobre como a Porsche decide resolver isso. As chances são de novas construções e esperamos não esperar mais 8 meses”, acrescentou. (EU)

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.