Atletas da Seleção Bogotá conquistam medalhas nos Jogos Bolivarianos | IDRD

Bogotá DC, 9 de maio de 2022 (IDRD).- O fim de semana terminou com resultados esportivos muito bons para a Seleção Bogotá, cujos integrantes participaram de torneios nacionais e eventos fora do país, tanto no setor convencional quanto no paralímpico. A esse respeito, Blanca Durán, diretora do IDRD, afirmou: “É muito gratificante ver os bons resultados e a felicidade que nossos atletas na Colômbia e no mundo nos dão, e também conseguir que eles sejam levados em consideração para integrar as equipes colombianas que participarão dos Jogos Bolivarianos e outros eventos. Isso significa que estamos trabalhando bem.”

Conquistas no exterior

Na Copa do Mundo de Tênis em Cadeira de Rodas por Equipes, realizada em Vilamoura, Portugal, a Colômbia conseguiu chegar às semifinais pela primeira vez na história e ocupar o quarto lugar, a melhor posição alcançada até agora. By the way, ele garantiu seu lugar para o próximo ano como a semente. María Angélica Bernal e Johana Martínez, ambas do Team Bogotá, derrotaram Argentina e Brasil na fase de grupos (2-1 em ambos os confrontos) e terminaram em primeiro no grupo. Nas semifinais, eles caíram por 2 a 0 para a poderosa Holanda, e pelo terceiro lugar para os Estados Unidos, também por 2 a 0.

Cristian Rodríguez (à direita) e o equatoriano Diego Hidalgo foram campeões de duplas em Salvador, Brasil. Foto: imprensa do torneio.

O tenista de Bogotá Cristian Rodríguez, em parceria com o equatoriano Diego Hidalgo, conquistou seu quinto título do ano em duplas, ao vencer o Challenger em Salvador, na Bahia, no Brasil, após derrotar a dupla brasileira formada por Felipe Alves e Orlando na final. Luz –semeadura 1–, em dois sets 7-5 e 6-1.

Nas Surdolimpíadas de 2022 realizadas em Caxias do Sul, Brasil, a Seleção Bogotá participou com o nadador Yuliam Enríquez e a atleta Daniela Colmenares. Yuliam conquistou dois diplomas olímpicos nos 400 metros medley e 200 metros peito, depois de melhorar seu recorde pessoal, enquanto Daniela conquistou o terceiro lugar e a medalha de bronze no arremesso de peso F-15.

Na Copa do Mundo de Paraciclismo de Estrada, realizada em Ostende, na Bélgica, Paula Andrea Ossa, da Seleção Bogotá, conquistou a medalha de bronze na prova de fundo feminino, após perder no sprint para a argentina Mariela Delgado (ouro) e a britânica Crystal Pista (prata). Ela no contra-relógio ela foi a sexta.

David Felipe Paz Rocha conquistou a medalha de bronze na categoria até 68 kg no Campeonato Pan-Americano de Taekwondo, realizado em Punta Cana, República Dominicana. O Aberto dominicano foi realizado ali mesmo, onde ele foi sétimo.

No Grande Prêmio Internacional de Rio Maior, Portugal, na caminhada de 20 quilômetros, Esteban Soto, da Equipe Bogotá, conquistou o terceiro lugar e a medalha de bronze com o tempo de 1:22:52, atrás do equatoriano Brian Pintado (ouro com 1 :21:54) e o brasileiro Caio Bonfim (prata com 1:22:26).

Eles brilharam em casa

O Campeonato Nacional de Atletismo Sênior foi realizado no estádio da Unidade Esportiva El Salitre, no qual Antioquia triunfou (12 medalhas de ouro), seguido de perto por Valle (também com 12 medalhas de ouro) e Bogotá (11 medalhas de ouro). A equipe Bogotá fez uma ótima apresentação ao vencer a classificação masculina por medalhas.

Carlos Palacios e Ronald Longa
Carlos Palacios (esquerda) foi o rei da velocidade no Campeonato Nacional de Atletismo, enquanto Ronald Longa conseguiu uma marca mínima para a Copa do Mundo em Cali. Foto: IRD.

Entre as medalhas de ouro, destaque para a dobradinha de Carlos Andrés Palacios, o rei da velocidade, que venceu os 100 e 200 metros rasos, e seu triunfo no revezamento 4×400 metros masculino com Nicolás Salinas, Ali Romaña, Carlos Morales e Kevin Mine. Deve-se notar que Bogotá não vencia nem os 100 metros rasos nem o revezamento longo masculino em um Nacional Sênior há 20 anos. Por outro lado, o jovem Ronald Longa obteve a nota mínima para estar na Copa do Mundo Juvenil em Cali. Ele também manteve o domínio na caminhada e nos 10.000 metros, tanto em homens quanto em mulheres.

A Seleção Bogotá ficou em quarto lugar no Campeonato Nacional de Natação Artística com quatro medalhas de ouro. Entre as atletas, destacou-se a juvenil Juliana Pacheco, vencedora de duas medalhas de ouro.

No tênis, Valentina Mediorreal venceu a ITF J5 Pueblo Viejo Tennis Cup, derrotando Manuela Gómez de Cundinamarca na final.

A equipe de Bogotá foi a primeira na categoria juvenil e a terceira na categoria sénior na Valid Nacional de Patinação realizada em Ibagué, na qual se destacaram Luna Shalom Vargas (juvenil) e Andrés Felipe Gómez (sênior), que obtiveram dois ouros cada.

No xadrez, o atleta Juan Cabiativa conquistou o Campeonato Nacional Sub-14 de Xadrez em Bucaramanga.

Selecionado

Vários atletas da Seleção de Bogotá alcançaram cotas nas seleções colombianas, após a Seletiva Nacional. Santiago Montes e Julián Ramos conseguiram uma vaga na Seleção Colombiana de Tênis de Mesa que representará o país nos Jogos Bolivarianos e no Campeonato Sul-Americano Sênior.

Além disso, quatro atletas da Seleção de Bogotá farão parte da Seleção Colombiana de Squash para os Jogos Bolivarianos e os Jogos Sul-Americanos Sênior, depois de disputar a Seletiva Nacional em Bogotá. Miguel Ángel Rodríguez, Andrés Felipe Herrera, Laura Tovar e María Paula Tovar são os escolhidos.

John Jairo Futtinico da Seleção Bogotá venceu em Cali, nos 61 kg, o exame seletivo nacional de judô para os Jogos Bolivarianos.

Na ginástica, Valentina Pardo foi a segunda colocada e Nathaly Rodríguez a sexta na Seleção Nacional de Ginástica. Aguarda a Federação Colombiana de Ginástica para formalizar a seleção nacional para compromissos internacionais.

ESCRITÓRIO DE ASSESSORIA DE COMUNICAÇÕES DO IDRD

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.