A surpreendente decisão do Egito com Carlos Queiroz!

O Egito rescindiu oficialmente o contrato de Carlos Queiroz, que atua como treinador desde setembro de 2021. Recentemente, um membro da federação anunciou discussões para mantê-lo no cargo.

Com efeito, a Federação Egípcia de Futebol (EFA), através da voz de Ehab El-Komy (um dos membros), anunciou que Queiroz deverá permanecer à frente do Egipto. O treinador até concordou em manter o emprego. “Os membros da EFA têm opiniões diferentes, mas a maioria acha que Queiroz deve ficar porque pode melhorar a qualidade do futebol no Egito. Na próxima semana teremos uma reunião para ver o que exatamente vamos fazer. Se Queiroz mantiver o cargo, terá a liberdade de escolher os membros de seu corpo técnico. Queiroz concordou em ficar, ele se sente confortável aqui e queremos ver quais são seus planos para o futebol egípcio.” ele disse.

Selecionado para você: Posição de treinador: A Federação Egípcia leva todos com o pé errado

No entanto, entre Carlos Queiroz e o Egito, tudo acabou. Já anunciado pelo treinador após a eliminação dos faraós no play-off do Mundial 2022 a 29 de março, o fim do mandato do técnico português foi oficialmente ratificado este domingo. “A Federação Egípcia e Queiroz concordaram em rescindir o contrato que os vinculava”, disse o órgão dirigente em uma breve mensagem postada nas redes sociais.

Chegado ao cargo em setembro de 2021 para substituir o local Hossam El Badri, Carlos Queiroz (69) terá levado Mohamed Salah e seus companheiros à final do CAN graças a um plano de jogo extremamente defensivo. A dupla falha nos pênaltis contra o Senegal, na final do CAN e depois nas eliminatórias da Copa do Mundo, foi fatal para ele.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.