A Semana Internacional de Estudos Medievais Estella comemora sua 48ª edição focada em ordens militares

o Semana Internacional de Estudos Medievais (SIEM) celebra a sua 48ª edição entre os dias 19 e 22 de julho em Estella com as ordens militares como tema central.

Sob o título ‘Dei Militar. As ordens militares: ajuste social e manifestações religiosas.‘, o foco será nas ordens militares, tanto em espaços hispânicos quanto europeus, abrangendo diferentes aspectos de uma perspectiva renovada: sua cronologia; fases de integração; dinâmicas sociais; articulação dos espaços; receber e promover linhagens das ordens; fórmulas de associação e irmandades vinculadas; sociedades urbanas; atitudes e experiências devocionais dos leigos; experiências espirituais dos frades; e manifestações artísticas, entre outros assuntos de interesse.

A iniciativa foi apresentada esta sexta-feira pela ministra da Cultura e Desportos do Governo de Navarra, Rebeca Esnaola, que salientou ter qualificado a Semana Internacional de Estudos Medievais como “um evento necessário e essencial para o conhecimento medieval; de elevado nível , que todos os anos coloca Estella e Navarra no centro das atenções dos estudiosos da história”.

“As ordens militares nasceram e se desenvolveram como resultado da plena renovação continental medieval, gerando novas manifestações sociais e expressões devocionais religiosas”, explicaram da organização, depois de acrescentar que “tiveram uma presença firme em Navarra ao longo de todo o Meia Idade”.

Esta proposta científica “aborda o estudo do quadro social e religioso que surgiu e se desenvolveu em torno das principais ordens militares europeias e hispânicas, numa perspectiva inovadora, transversal e internacional”.

Conforme informa o Executivo Provincial em nota de imprensa, durante a Semana, uma dezena de “investigadores destacados de prestigiosos centros de investigação” de Itália, França, Portugal, Israel e Espanha, acompanhados por estudantes e doutorandos, partilharão com o público de Estella para uns dias de “convivência frutífera a nível académico e cultural”.

O prefeito de Estella, Koldo Leoz, e Julia Pavón Benito, professora de História Medieval da Universidade de Navarra e membro do comitê científico, que coordenou esta edição da Semana em colaboração com a professora María Bonet Donato, da Rovira i Universidade Virgílio.

Mais uma vez este ano, a conferência contará com a colaboração da Câmara Municipal de Estella, que complementará os eventos programados com uma visita à igreja do Santo Sepulcro em Estella.

ORADORES DE “PRESTIGE INTERNACIONAL E NACIONAL”

“O SIEM contará com a presença de especialistas de alto prestígio de fora do Estado”, indicaram da organização, depois de dar como exemplo o professor francês Damien Carraz (Université de Toulouse – Jean Jaurès); Judith Bronstein israelense (Universidade de Haifa); os portugueses Luís Felipe Oliveira (Universidade do Algarve) e Paula Pinto (Universidade do Porto); e a italiana Antonella Pelletieri (CNR – Istituto di Scienze del Patrimonio Culturale).

Também contará com apresentações de pesquisadores como Carlos de Ayala Martínez (Universidade Autônoma de Madri), Enric Guinot Rodríguez (Universidade de Valência), Jesús Manuel Molero García e Raquel Torres Jiménez (Universidade de Castilla – La Mancha), Javier Martínez de Aguirre Aldaz (Universidade Complutense de Madrid), Francesca Español Bertran (Universidade de Barcelona) e María Bonet Donato (Universidade Rovira i Virgili); acompanhado pela pesquisadora Julia Pavón Benito (Universidade de Navarra).

As sessões serão coordenadas por um “excelente grupo de presidentes de mesa”, incluindo os professores Mª Luz Rodrigo Estevan (Universidade de Zaragoza), Íñigo Mugueta Moreno (UPNA), Clara Fernández-Ladreda Aguadé (UN), Javier Ilundáin Chamarro (UNED – Pamplona ), Carlos Barquero Goñi (UNED – Madrid) e Eloísa Ramírez Vaquero (UPNA). As comunicações dos jovens doutores e doutorandos terão lugar na quinta-feira, 21 de julho, às 16h30.

INAUGURAÇÃO E ASSISTÊNCIA

O ato inaugural acontecerá na terça-feira, 19 de julho, às 11h, no Espaço Cultural Los Llanos, seguido da conferência inaugural de Carlos de Ayala Martínez, que tratará de ‘Reformismo e inovações espirituais no Ocidente cristão (séculos XI-XIII ): o seu reflexo nas ordens militares».

À tarde, haverá intervenções de Damien Carraz (Université de Toulouse – Jean Jaurès) sobre ‘Une spiritualité aristocratique? Le cas des Hospitaliers dans la Provence du XIIIe siècle’, e de Luís Felipe Oliveira (Universidade do Algarve), sobre ‘As ordens militares não femininas: As freiras do mosteri de Santos’, com posterior debate.

A inscrição para participar do SIEM é gratuita. As horas letivas que compõem o programa podem ser reconhecidas para créditos de mestrado e doutorado, de acordo com os critérios da universidade correspondente. No primeiro dia do congresso serão comunicadas todas as atividades complementares, cuja informação também estará disponível no site.

COMITÊ ORGANIZADOR E COMITÊ CIENTÍFICO

A Comissão Organizadora do SIEM é composta por Rebeca Esnaola Bermejo, Ministra da Cultura e Desporto do Governo de Navarra, que a preside; Koldo Leoz Garciandia, Prefeito da Câmara Municipal de Estella-Lizarra; Eloísa Ramírez Vaquero, em representação do reitor da Universidade Pública de Navarra; Julia Pavón Benito, representando o reitor da Universidade de Navarra; Roldán Jimeno Aranguren, em nome do Conselho Navarra para a Cultura e as Artes; e Joaquim Llansó Sanjuan, diretor do Serviço de Arquivo e Patrimônio Documental.

A Comissão Científica é composta por Pascual Martínez Sopena (Universidade de Valladolid), Véronique Lamazou-Duplan (Université de Pau et des Pays de l’Adour), Juan José Larrea Conde (Universidade do País Basco), Eloísa Ramírez Vaquero (Public Universidade de Navarra), Julia Pavón Benito (Universidade de Navarra), Ana Rodríguez López (CSIC – Madrid) e María Bonet Donato (Universidade Rovira i Virgili).

A Associação de Amigos do Caminho de Santiago de Estella e a Associação de Comerciantes de Estella colaboram com a organização do evento, juntamente com a Sociedade Espanhola de Estudos Medievais, o Centro de Estudos Tierra Estella e a Obra Social La Caixa.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.