A Região vai promover as suas ligações aéreas com os principais países europeus no Conselho das Regiões Aeroportuárias

A Região de Múrcia vai aderir ao Conselho das Regiões Aeroportuárias, constituído por instituições dos principais centros aeroportuários da Europa e outras em desenvolvimento, para estreitar os laços de cooperação com outros aeroportos e reforçar as ligações aéreas diretas com os principais países europeus.

O Ministro do Desenvolvimento e Infraestruturas, José Ramón Díez de Revenga, que participou na Assembleia Geral do Conselho em Bruxelas, destacou que “a Região de Múrcia tem um aeroporto de grande projeção internacional, que no seu primeiro ano superou todas as expectativas e registou mais de um milhão de viajantes”.

“O aeroporto é uma infraestrutura estratégica para gerar novas oportunidades e consolidar o crescimento económico da Região”, salientou o responsável regional, que lembrou que o Airports Council International distinguiu a infraestrutura aeroportuária com o prémio de ‘Melhor Aeroporto’ da Europa pela sua qualidade de serviço.

Díez de Revenga sublinhou a importância de promover as ligações aéreas da Região com territórios de economias europeias poderosas e defendeu “a abertura de mais ligações aéreas, com novas rotas e mais frequências, e o reforço da integração na rede europeia para chegar a mais destinos”.

A conselheira optou por “intensificar as relações para ter mais visibilidade, mais influência e estreitar laços com regiões semelhantes à nossa, a partir da convicção de que unidos vamos mais longe”.

Neste sentido, o Aeroporto Internacional da Região de Múrcia está a recuperar as operações e na campanha primavera-verão conta com um total de 24 rotas e 76 voos semanais de ida e volta.

União de 32 instituições de 16 países

O Conselho de Regiões Aeroportuárias, fundado em 1994, é um lobby europeu composto por autoridades regionais e locais de 16 países da Europa e do Oriente Médio que possuem um aeroporto dentro ou próximo de seus territórios.

Seus membros, representando mais de 70 milhões de residentes, vêm da Alemanha, Áustria, Bélgica, Eslováquia, Espanha, República Tcheca, Finlândia, França, Irlanda, Israel, Malta, Noruega, Holanda, Portugal, Romênia e Suécia.

Chico Braga

"Web enthusiast. Communicator. Annoyingly humble beer ninja. Typical social media evangelist. alcohol aficionado"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *